quarta-feira, outubro 10, 2018

5 mitos e verdades da hérnia de disco

Tai Chi Chuan, fortalecendo seus músculos, trabalhando alongamento e cognição corporal.

Dores nas costas e alterações de sensibilidade na coxa, perna e pé estão entre os principais sintomas da hérnia de disco, lesão que ocorre com mais frequência na região lombar. O problema é um resultado do desgaste das estruturas entre as vértebras, que agem como “amortecedores” naturais do impacto entre elas. Atualmente, estima-se que esse problema afete mais de 2 milhões de pessoas por ano no Brasil.

Abaixo, o ortopedista, cirurgião de coluna vertebral e professor da Faculdade de Medicina Santa Marcelina, Luiz Cláudio Lacerda, esclarece o que é mito ou verdade em relação a este tema:

Hérnia de disco pode não apresentar sintomas. Verdade! Uma pessoa pode ter uma hérnia de disco e nem se dar conta disso. Mas na maioria dos episódios, o paciente pode sentir dores de intensidade leve, moderada ou tão forte que chega a ser insuportável.

Muitos fatores podem desencadear o problema. Verdade! As causas para a hérnia de disco vão desde má postura, movimentos repetitivos inadequados, obesidade, traumas na coluna, tabagismo, lesões degenerativas até predisposição genética.

Problema afeta somente os idosos. Mito! A hérnia de disco lombar é um problema mais comum entre os adultos, de 20 a 40 anos. Já que nessa fase da vida é comum a ruptura do disco lombar em atividades de rotina como, por exemplo, esforços exagerados.

Todo caso de hérnia de disco necessita de cirurgia. Mito! Muitas vezes ter o problema não significa que vai necessitar de cirurgia, mas sim, dedicação e cumplicidade do médico, do terapeuta e do paciente.

Hérnia de disco tem cura. Verdade! Exercícios físicos controlados por educadores físicos, fisioterapia direcionada e um suporte como o pilates, associados às medicações corretas podem resolver até 95% dos casos, deixando o paciente assintomático em alguns meses de tratamento.

Fonte: 08:59 - 09/10/18 POR NOTÍCIAS AO MINUTO
https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/668689/5-mitos-e-verdades-da-hernia-de-disco

domingo, setembro 09, 2018

terça-feira, setembro 04, 2018

Maratona Internacional de Florianópolis SC 42km 26/08/2018

Maratona Internacional de Florianópolis SC 42km, Tai Ji Quan presente ao evento, parabéns Castiliana por mais uma prova concluída, 5:18.

 
 
 
 
 
 
 
 
 




terça-feira, agosto 21, 2018

Dor na idade adulta pode ser consequência de má postura na infância

De acordo com a SBED (Sociedade Brasileira para Estudo da Dor), três em cada dez brasileiros se queixam de dor. Estudos sobre dor crônica no Brasil mostram que a prevalência varia de 30% a 50% – informação que tem cada vez mais chamado atenção de profissionais de saúde dispostos a atenuar o problema e contribuir para melhorar a qualidade de vida desses milhares de pessoas. Na opinião do médico ortopedista Lafayette Lage, especialista em joelho e quadril, as queixas mais comuns são dor nas costas e no pescoço, mas há também um determinado tipo de dor de cabeça que está associado a problemas de postura.

O médico alerta que muitas queixas de dor crônica na fase adulta estão diretamente ligadas a maus hábitos posturais na infância. Sendo assim, quando a gente ouve um adulto relativizar o fato de que uma criança tem mania de “sentar em W”, está na hora de saber o que isso pode acarretar quando estiver mais velha. Afinal, enquanto é pouco comum ouvir um jovem reclamar de dor (com exceção dos atletas, claro), depois dos 50 anos essa é a lamentação mais frequente.

“Os problemas de má postura em criança começam cedo. Antes mesmo de ir para a escola, os adultos acham graça quando a menininha ou o menininho senta-se em forma de W, desconhecendo os riscos que a repetição desse hábito acarreta para a fase adulta. A criança aprende a andar quase ao mesmo tempo em que aprende a brincar, a se desafiar do ponto de vista da motricidade. Ao sentar-se em forma de W ela busca maior equilíbrio do tronco e estabilização do quadril. Quando os pais não interferem nesse padrão, ela não desenvolve recursos de movimento mais maduros – necessários para outras habilidades”, afirma Lage.

Segundo o especialista, esse tipo de padrão pode causar um desvio rotacional do fêmur ou da tíbia, levando ao desalinhamento da articulação da patela do joelho (articulação femoropatelar) – que, por consequência, leva à condropatia e provoca muita dor no joelho de jovens e adultos. “Essa é, inclusive, uma das causas da condromalácia patelar – que é o amolecimento da cartilagem que envolve a patela (rótula). A melhor coisa a se fazer é desestimular a criança a sentar-se desse jeito logo de início, propondo variações de forma natural. A postura ideal é em ‘posição de índio’, com as pernas cruzadas à frente do corpo”.

No caso de crianças e adolescentes em fase escolar, Lage chama atenção para a quantidade de horas que os alunos passam sentados nas carteiras ou cadeiras universitárias em sala de aula, geralmente com o tronco e o pescoço inclinados para frente ou, pior ainda, com o corpo quase que deitado no assento e o pescoço apoiado no encosto.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/639409/dor-na-idade-adulta-pode-ser-consequencia-de-ma-postura-na-infancia

segunda-feira, julho 23, 2018

segunda-feira, julho 16, 2018

Açúcar - nosso grande vilão

Uma das primeiras menções à cana-de-açúcar aparece em manuscritos antigos de chineses datados do oitavo século antes de Cristo. O açúcar se manteve pouco importante até que os indianos descobriram métodos de transformar caldo de cana em cristais de açúcar, que eram mais fáceis de se armazenar e transportar.
A produção de açúcar faz parte da história do Brasil, principalmente da região Nordeste. Entre os séculos XVI e XVIII, a exportação do produto era a principal atividade econômica do país, ainda uma colônia portuguesa.
O açúcar se manteve razoavelmente pouco importante até que os indianos descobriram métodos de transformar caldo de cana em cristais de açúcar, que eram mais fáceis de se armazenar e transportar.
Tão viciante quanto a cocaína, o açúcar é hoje sem duvida o nosso maior vilão. Sua ação no cérebro é idêntica, um recente estudo na Austrália demonstra que sua ingestão frequente causa diminuição da produção de dopamina, um neurotransmissor responsável pelo sistema de prazer e recompensa do cérebro e que, também, aumenta o foco e a motivação. Desta forma, com uma quantidade menor de dopamina disponível, o seu organismo vai sentir mais necessidade de comer doces. A mesma tônica acontece para os casos dos dependentes de cocaína.
E cada vez mais disfarçado, com outros nomes não menos tóxicos como:  xarope de milho invertido. Usados em: Achocolatados; Refrigerantes; Chocolates (exemplos de imagens: BIS e tabletes recheados); Bombons; Bolos recheados; Sucos de caixinha; Bolachas recheadas; Barras de cereal; Cereais matinais de milho, e por aí vai.
Açúcar de coco, hoje seria o mais benéfico se consumido com moderação, produto minimamente processado e obtido por meio da seiva bruta encontrada no coqueiro. É uma boa opção, pois tem um menor índice glicêmico e é muito fácil de usá-lo para substituir o açúcar comum nas preparações, não alterando o sabor. 
Desde que moderadamente, você pode, também, substituir o açúcar por: mel não-refinado; melaço de cana; rapadura.


sexta-feira, junho 22, 2018

Promoção de Férias - Tai Chi Chuan - junto ao Metrô Jabaquara - Promoção até 30/07/2018




Agora em novos dias e horários
Segunda a Quinta - Diurno 8h e Noturno 20h. 

Promoção abaixo válida até 30/07/2018.

Aproveite:

 Apenas para os Planos 4, 6 e 12 da tabela abaixo.

Pratique 2 vezes por semana, pelo preço de 1.
Grupos e casais, desconto de 15%.


quinta-feira, maio 24, 2018

Beba água!

No calor ou no frio, a necessidade do corpo demonstra o quanto estamos carentes deste valioso líquido. Cura suas dores de cabeça, de juntas, prisão de ventre, hemorroidas, entre outras mais. Os idosos esquecem, os jovens não querem, lembre-se BEBA ÁGUA.


Costa da Serra Trail Run 2018 Rancho Queimado - SC 21km 06/05/2018

Tai Ji Quan presente ao evento, parabéns Castiliana, 2º lugar na categoria.
21km 3:50







Meia Maratona Internacional de Balneário Camboriú SC 2018 21km 29/04/2018

Tai Ji Quan presente ao evento.
21km 2:23:06