quarta-feira, setembro 16, 2009

Caminhada

Algo tão simples, que dá até preguiça, vamos começar assim, primeiro passo... levante... calce um sapato ou tênis confortável, é claro... porque devemos sofrer... temos que ter prazer, e desta forma desfrutar.

Comece rodando o quarteirão, apenas 15 minutos de distância, não se canse cronometre, volte... no outro dia novamente, e repita isto durante 7 dias.

Comece a reparar seu caminhar, sinta seu peso, suas passadas, perceba onde pisas mais forte, e porquê? Tente ser cada vez, mais leve, mais solto, equilibre seu quadril, sua coluna, olhe para frente, perceba, se surpreenda com sua percepção, mantenha-se ereto, deixe a nuca relaxada e esticada, gire o pescoço lentamente, não tenha movimentos bruscos, seja firme nas pisadas, sem que para isto, ser pesado.

Neste percurso, observe as casas a sua volta, as cores, se for de dia, o som dos carros, animais, crianças, repita isto na próxima semana e só então aumente a distância para 20 minutos, não mais que isto, mude o trajeto, invente, tente, levante.

Faça isto mais uma semana, não resista, relaxe e caminhe.

Após a terceira semana, se tornará automático, seu corpo pedirá, sentirá falta, se sentirá revigorado, não mais se sentirá arrastado, será prazeroso, siga este conceito e verá quanto tempo ainda podemos conseguir dentro do mesmo dia tão atarefado que antes nem achávamos possível desfrutar.

Após este tempo analise como as coisas fluem com mais facilidade.

Nenhum comentário: